Instituto Politécnico de Lisboa

Procedimentos de biópsia em mamografia: a ponte entre a Radiologia e a Anatomia Patológica

1 out 2012 16:00 a 19:00

Anfiteatro

O diagnóstico por imagem é de extrema importância para a caracterização anatomo-fisiológica dos órgãos e tecidos. Porém, a caracterização histológica dos tecidos, através de uma avaliação molecular alargada, permite obter em detalhe o diagnóstico definitivo do tumor, possibilitando o ajuste da terapêutica a cada contexto. Existem vários métodos de amostragem para a recolha dos tecidos, sendo a biópsia assistida por vácuo um dos mais utilizados. Este método permite uma recolha de mais fragmentos, aumentando a probabilidade de um diagnóstico mais exato em casos de discordância radio-patológica e em casos em que estão presentes lesões que possuem microcalcificações. A aquisição das amostras tecidulares depende da metodologia utilizada, bem como da performance técnica. Nesse sentido, importa identificar as estratégias a adotar na aquisição das imagens e dos tecidos, bem como a manipulação e conservação correta destes para que não ocorram danos que impossibilitem o diagnóstico.

Objetivos: 

  • Caracterizar as técnicas de biópsia disponíveis em mamografia.
  • Abordar os cuidados a ter com o paciente antes, durante e após os procedimentos de biópsia.
  • Identificar os materiais necessários para a realização de biópsias.
  • Apresentar as técnicas e os procedimentos da biópsia para a aquisição das imagens e dos fragmentos.
  • Reconhecer o impacto da preservação dos tecidos no diagnóstico e indicação terapêutica.
  • Selecionar as técnicas de preservação dos tecidos de acordo com cada procedimento.

Destinatários:
Técnicos de Radiologia, Técnicos de Anatomia Patológica, Citológica e Tanatológica, estudantes de Radiologia e de Anatomia Patológica, Citológica e Tanatológica

Moderador:
Cláudia Reis, ESTeSL

Preletores:
Cláudia Reis, ESTeSL
Mário Matos, ESTeSL
Verónica Dias, ESTeSL, IPOLFG, EPE

Programa:
15h45 – Receção dos participantes
16h00 – Introdução às técnicas de biópsia
16h20 – Preparação do paciente: consentimento informado, cuidados a ter antes, durante e após a intervenção.
16h30 – Biópsia assistida por vácuo: técnicas, preparação da sala, preparação do equipamento, aquisição e processamento da imagem
18h15 – Impacto das técnicas de preservação no diagnóstico e indicação terapêutica em cancro da mama. Manipulação e conservação dos tecidos.
19h – Debate
19h15 - Encerramento

Consulte a página do Ciclo de Conferências - Cancro da Mama: uma abordagem multidisciplinar