Instituto Politécnico de Lisboa

Saúde AmbientalLicenciatura

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, a Saúde Ambiental aborda os aspetos da saúde e qualidade de vida humana, determinados por fatores ambientais, quer sejam eles físicos, químicos, biológicos, biomecânicos ou psicossociais, referindo-se também à teoria e prática de avaliação, prevenção, mitigação e controlo dos fatores que presentes no ambiente podem afetar de forma adversa a saúde humana.

A licenciatura em Saúde Ambiental tem em vista dar resposta às necessidades formativas existentes sobre estas questões e de formar profissionais aptos a intervir nestas problemáticas.

O atual Plano de Estudos considera as competências a adquirir designadamente, conhecimentos inerentes às ciências naturais e exatas (biologia, química, física e matemática), às ciências sociais e humanas (sociologia e psicologia), às ciências da saúde (fisiopatologia, saúde pública, saúde ocupacional) e, igualmente importante, a inclusão de conhecimentos mais especializados na área científica de Saúde Ambiental, assegurando a diferenciação acentuada entre outros profissionais.

Durante o processo de formação, são ainda facultadas, as ferramentas que permitem aos estudantes adquirir e procurar aptidões adicionais para que se mantenham atualizados e informados no que concerne ao seu conhecimento técnico e científico. Pretende-se, dessa forma, assegurar que a apreciação dos fatores ambientais seja criteriosa, de modo a identificar e avaliar potenciais fatores de risco para a saúde humana.

As competências adquiridas permitem-lhe, particularmente, exercer um papel relevante no binómio Saúde - Ambiente quer no ambiente em geral, quer em contextos específicos (laboral, escolar, recreativo, etc.).

Deste modo, o licenciado em Saúde Ambiental* na sua atividade profissional pode assumir uma atitude analítica, com capacidade crítica baseada no conhecimento científico. Poderá, igualmente, exercer a sua atividade integrando ou coordenando grupos de trabalhos multidisciplinares nacionais e/ou internacionais visando não só a inovação, mas também a resolução de problemas.

Esta é uma profissão em constante desenvolvimento, cujo campo de ação se situa na área da prevenção da doença e promoção da saúde, através da identificação, avaliação e monitorização dos fatores de risco para a saúde e segurança resultantes da atividade do Homem e, posteriormente, propõe medidas de eliminação e/ou controlo.


Áreas de conhecimento desenvolvidas no curso de licenciatura em Saúde Ambiental

  • Gestão Ambiental

  • Saúde Ocupacional/Segurança e Higiene do Trabalho
  • Saúde Pública e Ambiental
     
  • Segurança Alimentar

*Conteúdo funcional regulado pela legislação: D.L. nº 117/95 de 30/05; D.L. nº. 564/99 de 21/12; D.L. nº. 261/93 de 24/07; D.L. nº. 320/99 de 11/08; Despacho n.º 3202/2012 de 03/12


A conclusão do curso dá acesso à Cédula Profissional de Técnico de Diagnóstico e Terapêutica, área de  Saúde Ambiental, emitida pela Administração Central do Sistema de Saúde, IP do Ministério da Saúde, segundo o artigo 5.º do Decreto-lei 320/99, de 11 de agosto. Existe ainda a possibilidade de obtenção do Título Profissional de Técnico Superior de Segurança no Trabalho (homologado pela Autoridade para as Condições de Trabalho).

Atualmente existem vários protocolos com instituições académicas europeias que permitem a mobilidade internacional dos estudantes no âmbito do programa ERASMUS+.

Recentemente a ESTeSL, através da área científica de Saúde Ambiental, tornou-se Membro Académico Associado da International Federation of Environmental Health.
 

Consulte no fim da página fotos das atividades da licenciatura

 

Conselho de Curso

Professora Susana Viegas (Diretora de Curso)
Professora Lisete Fernandes
Professora Margarida Santos
Professor Mário Castro
Professora Ana Monteiro
Estudante Ana Rita P. Marques
Estudante Mariana Oliveira B. Matos
Estudante Maria Inês A. Novais
Estudante Ana Raquel Santos Fontes

Plano de Estudos

*unidade curricular precedente do Estágio do 4.º ano

Curso acreditado pela A3ES
 

Saídas Profissionais

  • Saúde pública
  • Gestão ambiental
  • Gestão de resíduos
  • Qualidade do ar interior
  • Segurança alimentar
  • Certificação em qualidade ambiente e segurança
  • Gestão de recursos hídricos e tratamento de efluentes líquidos
  • Controlo da infeção hospitalar
  • Investigação e ensino
Consultar Ofertas de Emprego

 

Alumni ESTeSL

À conversa com Sofia Pires...


Projetos e iniciativas

  • Prestação de serviços à comunidade 
  • Formação e sensibilização 


Investigação


Notícias sobre a Saúde Ambiental 

  • Cerca de 30 alunos concluem anualmente o curso de licenciatura em Saúde Ambiental nesta instituição. 
  • A licenciatura em Saúde Ambiental apresenta uma Taxa de Emprego de 95,6%, informação obtida em dezembro de 2014 considerando os alunos que se diplomaram no curso entre os anos letivos 2009/10 e 2012/13, sendo contabilizados os desempregados registados no Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP). 

Acompanhe o Blog da Saúde Ambiental da ESTeSL - http://saudeambiental.net/

Dados de Acesso em Concursos Anteriores

 201320142015
 1ª Fase2ª Fase1ª Fase2ª Fase1ª Fase2ª Fase
Vagas332133326046
Candidatos783325204667
Nota de Candidatura do Último Colocado pelo Contingente Geral

115,0107,5121,3113,8112,6102,5

Fonte: DGES – Direção-Geral do Ensino Superior

Trabalho de campo tendo em vista a recolha de dados Trabalho de campo tendo em vista a recolha de dados Trabalho de campo tendo em vista a recolha de dados Trabalho de campo tendo em vista a recolha de dados Trabalho de campo tendo em vista a recolha de dados Trabalho de campo tendo em vista a recolha de dados Trabalho de campo tendo em vista a recolha de dados Trabalho de campo tendo em vista a recolha de dados Visita ao Colégio São Vicente de Paulo Parque infantil do tejo Estudantes de Saúde Ambiental Avaliação dos valores lumínicos dos postos de trabalho com luximetro Atividade de educação ambiental dirigida a estudantes do 1.º ciclo Visita a Matadouro Colheita amostra agua balnear