Instituto Politécnico de Lisboa

História

1980 – Dá-se a reestruturação do Centro de Formação de Técnicos Auxiliares dos Serviços Complementares de Diagnóstico e Terapêutica de Lisboa resultando o processo na criação da Escola Técnica dos Serviços de Saúde de Lisboa (Sede em Entrecampos), ministrando cursos de 3 anos pós ensino secundário.

1981 – O primeiro dia de aulas acontece a 12 de janeiro de 1981 (no Anfiteatro do Instituto Português de Oncologia – IPO de Lisboa), data em que atualmente se comemora o Dia da ESTeSL.

1982 – Em setembro é publicado o Decreto-Lei que cria a Escola Técnica dos Serviços de Lisboa – ETSSL.

1986 e 1987 – A Escola é dotada de um conjunto de instrumentos legais, que lhe permitiram reforçar a sua missão: regulamento sobre o seu ensino e funcionamento; criação de um curso pós-graduado com um ano de duração (Curso Complementar de Ensino e Administração); criação de uma estrutura orgânica que facilitou o primeiro recrutamento de profissionais de diagnóstico e terapêutica para o desempenho de funções docentes em regime integral. 

1990 – São publicados novos planos de estudos, que constituíram a base de um inovador modelo pedagógico centrado na interdisciplinaridade e no aprofundamento dos saberes próprios das profissões de diagnóstico e terapêutica, o que potenciou o reconhecimento da Escola como estabelecimento de Ensino Superior.

1993 – Integração da Escola no Sistema Educativo Nacional, ao nível do Ensino Superior Politécnico, com a alteração da sua designação para Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa – ESTeSL.

1994 a 2000 – No decorrer do seu regime de instalação, a ESTeSL sofreu uma profunda reestruturação da sua organização e dinâmica científica e pedagógica, que se traduziu no recrutamento de um quadro efetivo de docentes de várias áreas científicas, na qualificação académica da docência, no aumento da oferta de cursos e da sua população estudantil e na implementação dos cursos de licenciatura bietápica (1999/2000), passando os cursos para 4 anos de duração, sendo o 1º ciclo constituído por três anos e o 2º ciclo por um ano letivo.

2001 – A ESTeSL foi dotada de uma nova sede com instalações próprias numa zona moderna na área oriental da cidade de Lisboa, Parque das Nações.

2004 – O dia 21 de julho de 2004 marca a data da integração da ESTeSL no Instituto Politécnico de Lisboa (IPL), com Estatutos homologados e publicados em outubro de 2004, iniciando um novo ciclo, enquanto Escola em regime efetivo de funcionamento, através de um modelo de gestão assente na participação democrática de toda a comunidade académica (estudantes, docentes e pessoal não docente).

2008 – Implementação da adequação dos cursos de Licenciatura ao Processo de Bolonha.

2009 – Foram aprovados os primeiros planos de estudos de Mestrados ministrados exclusivamente pela ESTeSL.

2010 – A 30 de junho foram homologados os novos Estatutos da ESTeSL (PDF 306KB), adequados ao Regime Jurídico das Instituições de Ensino Superior (RJIES), atualizados em agosto de 2013.

2015 – A ESTeSL reestruturou a sua oferta formativa com a implementação de 3 novos cursos de Licenciatura que resultaram da agregação de cinco cursos de Licenciatura em funcionamento, acompanhando a reforma que se instalou a nível nacional. Entretanto lançaram-se novos cursos de 2º ciclo (Mestrados) em parceria com outras instituições de ensino superior.

2016 – A ESTeSL comemorou os seus 35 anos de existência com um programa de comemorações ao longo do ano letivo 2015/2016, onde partilhou com toda a comunidade académica, antigos alunos, parceiros e sociedade em geral o seu percurso na área do ensino, da investigação e da prestação de serviços no âmbito das ciências da saúde. Visite a Galeria de Imagens dos 35 anos da ESTeSL.

2018 – A ESTeSL reforçou a sua oferta formativa com a implementação de novos cursos de 2º ciclo (Mestrados). Com o intuito de dar resposta às necessidades de formação sentidas pelos profissionais no ativo e recém-diplomados, a ESTeSL reforçou também a sua oferta formativa de cursos de atualização de curta duração.

Atualmente, com cerca de 1.900 estudantes, a ESTeSL conta com 214 docentes (85 docentes a tempo integral, na sua maioria doutorados) e 41 funcionários não docentes, tendo até 2017, diplomado mais de 10.600 profissionais de saúde. 

A ESTeSL, enquanto estabelecimento de Ensino Superior norteia-se pelos princípios fundamentais definidos para este nível de ensino, através da simbiose entre o ensino e a investigação em ciências e tecnologias da saúde, na missão ímpar de qualificação de recursos humanos da saúde, contribuindo para a melhoria dos padrões de qualidade do ensino e eficácia da prestação de cuidados de saúde à comunidade. 


Acompanhe o trabalho do Grupo de Interesse sobre a História da ESTeSL e das Ciências e Tecnologias da Saúde. 

 
Notícias relacionadas 

 



Auditório do Instituto Português de Oncologia de Lisboa – 1ª aula da ESTeSL – 12 de Janeiro de 1981 Sede da ESTeSL entre 1980 e 2001 – Entrecampos Escola Secundária Marques de Pombal – local onde decorreram aulas da ESTeSL de 1999 a 2001 Externato Marquês de Pombal – local onde decorreram aulas da ESTeSL na década de 80 Hospital Curry Cabral – "pavilhão pré-fabricado", local onde decorriam aulas da ESTeSL antes de 2001 Escola do Serviço de Saúde Militar – local onde decorriam aulas da ESTeSL antes de 2001 Lançamento da 1ª Pedra das atuais instalações da ESTeSL Inauguração das atuais instalações da ESTeSL no Parque das Nações – 7 de maio de 2002