Instituto Politécnico de Lisboa

Política Ambiental

A Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (ESTeSL), integrada no Instituto Politécnico de Lisboa, tem como missão a excelência do ensino, da investigação e da prestação de serviços no âmbito das ciências da saúde. A ESTeSL apresenta um conceito de Escola diferenciador, assente numa visão e abordagem multidisciplinar da saúde, do seu ensino e investigação, e firmando os seus pilares na promoção dos valores da ética e da cidadania.

No desenvolvimento das suas atividades de ensino, investigação e de prestação de serviços, e na observância dos princípios das políticas de ambiente e sustentabilidade, a ESTeSL compromete-se a:

  • Promover a melhoria contínua do desempenho ambiental daquelas que são as suas atividades, perspetivando sempre a prevenção da poluição e a promoção da utilização sustentável dos recursos ambientais;
  • Minimizar a produção de resíduos através de medidas de redução, reutilização e reciclagem de materiais e equipamentos;
  • Cumprir os preceitos legais aplicáveis e demais requisitos considerados relevantes, associados às questões ambientais;
  • Integrar práticas de eco-gestão nas atividades das várias divisões, assim como dos serviços de apoio inseridos nos espaços comuns da ESTeSL e da Escola Superior de Enfermagem de Lisboa e fomentar a melhoria contínua do seu desempenho ambiental e de sustentabilidade;
  • Promover a consciencialização e o envolvimento de toda a população académica e comunidade envolvente, assim como assegurar o compromisso de outras entidades que coexistem nas instalações da ESTeSL para com a melhoria contínua do seu desempenho ambiental.


Eco-Escolas




A Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (ESTeSL) foi distinguida pela Associação Bandeira Azul da Europa – ABAE com a atribuição da Bandeira Verde, tornando a instituição uma Eco-Escola!

O Programa Eco-Escolas é um Programa Internacional, que pretende encorajar ações e reconhecer o trabalho de qualidade desenvolvido pelas instituições de ensino, no âmbito da Educação Ambiental, Sustentabilidade e Cidadania.

Desde o ano letivo 2010/2011 considerando aquelas que têm sido as suas preocupações associadas ao Desenvolvimento Sustentável, à Conservação do Ambiente e ao cumprimento dos Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável, a ESTeSL tem vindo a desenvolver diversas iniciativas tendo em vista a melhoria do seu desempenho ambiental, da gestão do espaço escolar e da sensibilização da comunidade, ao nível de diversos temas chave, como são o caso da água, resíduos, energia, florestas, transportes, ruído e qualidade do ar, e que tem culminado com a atribuição, desde aquele ano letivo,  do Galardão Eco-Escolas, a Bandeira Verde.

A ESTeSL integrou, de 2016 a 2019, o conjunto de 35 escolas-piloto de Portugal, Espanha, França e Gibraltar do projeto Interreg Sudoe ClimACT (Acting for the transition to a low carbon economy in schools – development of support tools), fruto do seu trabalho no âmbito do Programa Eco-Escolas e Jovens Repórteres para o Ambiente, onde tem desenvolvido atividades de educação ambiental para a sustentabilidade associadas às questões energéticas, com enfoque nas formas de obviar o seu desperdício através da eficiência energética e da utilização racional de recursos.

 

O projeto Interreg Sudoe ClimACT pretendeu apoiar a transição para uma economia de baixo carbono nas escolas, alicerçado em quatro linhas de atuação, nomeadamente: (i) desenvolvimento de ferramentas de apoio à decisão que permitirão às escolas aumentar sua eficiência energética, através da gestão inteligente de recursos, energias renováveis e alteração de comportamentos; (ii) desenvolvimento de modelos de negócio e de novas estratégias de gestão energética para as escolas; (iii) desenvolvimento de ferramentas educacionais para a sensibilização em baixo carbono; e (iv) criação de uma rede temática/Living Lab na região SUDOE (Sudoeste Europeu) para promover a consciencialização e capacitação.


Coordenadores do Programa Eco-Escolas ESTeSL

  • Professora Ana Monteiro
  • Professora Marina Almeida Silva 


Conselho Eco-Escolas | Comissão Baixo Carbono

 

  • Ana Monteiro, ESTeSL (Docente)
  • Ana Sabino, ESTeSL (Não-docente)
  • André Fernandes, ESTeSL (Estudante de Saúde Ambiental)
  • Andreia Coelho, ESTeSL (Estudante de Saúde Ambiental)
  • Andreia Ribeiro, ESTeSL (Estudante de Dietética e Nutrição)
  • António Belo, IPL (Vice-Presidente do IPL)
  • Bela Vilares, ESTeSL (Não-docente)
  • Beatriz Rodrigues, ESTeSL (Estudante de Fisioterapia)
  • Carolina Tavares, ESTeSL (Estudante de Ortoprotesia)
  • Cláudia Guerreiro, ESTeSL (Não-docente)
  • Cláudia Patrício, ESTeSL (Estudante de Fisioterapia)
  • Edna Ribeiro, ESTeSL (Docente)
  • Filomena de Sousa, Escola Superior de Enfermagem de Lisboa
  • Graça Andrade, ESTeSL (Vice-Presidente da ESTeSL)
  • Heitor Oliveira, Serviços de Ação Social do IPL
  • Joana Belo, ESTeSL (Docente)
  • Luísa Pedro, ESTeSL (Docente)
  • Mário Gusmão, Câmara Municipal de Lisboa
  • Mário Patrício, Junta de Freguesia do Parque das Nações
  • Maria Beatriz Rosa, ESTeSL (Associação de Estudante)
  • Marina Almeida-Silva (Docente)
  • Mauro Batista, ESTeSL (Estudante de Saúde Ambiental)
  • Micael Andrade, ESTeSL (Estudante de Saúde Ambiental)
  • Miguel Meneses, Jornal “Notícias do Parque”
  • Rita Correia, ESTeSL (Estudante de Farmácia)
  • Roxana Salaja, ESTeSL (Estudante de Ortoprotesia)
  • Sara Martins, ESTeSL (Estudante de Ortóptica e Ciências da Visão)
  • Sérgio Figueiredo, ESTeSL (Docente)
  • Vladimir Silva, ESTeSL (Estudante de Saúde Ambiental)
  • Yeda Mahomed, ESTeSL (Estudante de Fisiologia Clínica)

 

Notícias relacionadas