Instituto Politécnico de Lisboa

À conversa com Vanessa Delgado Nunes… 3 jan 2013

Vanessa Delgado Nunes concluiu a sua licenciatura em Medicina Nuclear na ESTeSL em 2002.

Esteve indecisa em ingressar no ensino superior em Coimbra ou em Lisboa, mas acabou por optar pela ESTeSL por apresentar uma oferta formativa diferenciada na área das ciências e tecnologias da saúde. Apesar de o curso em Medicina Nuclear não ter sido a sua primeira opção, fazendo uma retrospetiva a sua escolha foi acertada! O curso correspondeu às suas expectativas e apresentou uma componente de diagnóstico e de terapêutica muito interessante, que lhe abriu boas perspetivas de emprego.

Há 7 anos a viver em Londres é atualmente Guideline Lead and Senior Research Fellow no The National Clinical Guideline Centre no Royal College of Physicians.

Vanessa Nunes

Qual tem sido o seu percurso a nível de formação académico e profissional?
Terminei a licenciatura em Medicina Nuclear na ESTESL em 2002. Através da Escola Nacional de Saúde Pública (ENSP) obtive uma bolsa Leonardo da Vinci para fazer uma Pós-Graduação em Gestão dos Serviços de Saúde na Universidade de Nottingham no Reino Unido (Programa EUROPHAMILI), que terminei em 2003. Seguiu-se um mestrado (MSc) em Health Care Policy and Management na Universidade de Birmingham, também no Reino Unido.

Assim que acabei o mestrado tive uma oferta de emprego para trabalhar no departamento de ciências da saúde na Universidade de Leicester. Foi aí que comecei a trabalhar em medicina baseada na evidência (evidence based medicine [EBM])  e no desenvolvimento de normas de orientação de prática clínica (clinical guidelines) para o National Institute of Health and Clinical Excellence (NICE), como investigadora associada.

O NICE tem como missão reduzir as variações na disponibilidade e qualidade de tratamentos e cuidados de saúde prestados pelo serviço nacional de saúde Inglês (NHS).  

Em 2005 mudei-me para Londres e fui transferida para o Royal College of General Practitioners onde continuei o trabalho para o NICE, e onde, para além da investigação  estou a desenvolver gestão de projetos. Em 2009 tive a oportunidade de ir para o Royal College of Physicians e desenvolvo  funções ao nível da liderança de equipas, que produzem as normas de orientação de pratica clínica.

Gostaria de dar a conhecer algum projeto que tenha desenvolvido ou esteja a desenvolver?
Já desenvolvi projetos nas mais variadas áreas como a epilepsia, obesidade, adesão a medicamentos e eneurese noturna, que culminaram em publicações em jornais médicos prestigiados como o British Medical Journal e apresentações desses mesmos projetos em confêrencias internacionais. Atualmente estou a desenvolver projetos relativamente a fibrose pulmonar idiopática e osteoartrite e estou igualmente envolvida na colaboração com profissionais de saúde de outros países, que necessitem do nosso conhecimento e experiência no desenvolvimento de normas de orientação de prática clinica.

Porquê a escolha de uma carreira internacional?
A ideia de uma carreira internacional já tinha sido ponderada antes mesmo de escolher continuar estudos no Reino Unido. Tinha muita vontade em sair de Portugal, viajar e expandir os horizontes tanto a nível profissional, como pessoal.  Depois de terminar o mestrado em Inglaterra e ter começado a trabalhar pude verificar a grande diferença que existe entre Inglaterra e Portugal no leque de oportunidades na investigação na saúde. Inglaterra é um país com grande tradição académica e dali ate a carreira internacional foi só mais um passo em frente!

O que recorda da ESTeSL?
4 anos de boa formação e diversão!

O que diferencia a ESTeSL?
Umas instalações muito boas, amplas oportunidades de estágio e uma boa preparação para o mercado de trabalho.

Gostaria de deixar uma mensagem ou conselhos para os nossos atuais estudantes?
O nível de formação académica que a ESTeSL oferece, pode dar a possibilidade de trabalhar nas mais variadas áreas profissionais além da nossa formação base fora de Portugal. Curiosamente, uma antiga colega de curso trabalha como Técnica de MN em Londres e vive a 2 quarteirões de mim. O mundo é pequeno!

Boas escolhas, bons voos e boa sorte!

 

Conheça mais Alumni da ESTeSL