Instituto Politécnico de Lisboa

ESTeSL integra projeto ClimACT 23 nov 2016

ESTeSL integra projeto ClimACT

Fruto do seu trabalho no âmbito do Programa Eco-Escolas, a Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa (ESTeSL-IPL) foi escolhida para integrar o conjunto de 35 instituições de ensino dos países participantes no projeto ClimACT (ClimACT, Acting for the transition to a low carbon economy in schools – development of support tools), apresentado no passado mês de outubro de 2016, no Palácio Marqueses da Praia, em Loures.

As instituições escolhidas constituirão a amostra deste projeto que pretende apoiar a transição para uma economia de baixo carbono nas escolas, sendo a ESTeSL uma das 9 instituições portuguesas e a única a nível de ensino superior.

Na reunião de apresentação estiveram presentes a Dra. Ana Sabino (Divisão de Gestão de Infra-Estruturas, Instalações e Equipamentos da ESTeSL) e a Prof.ª Ana Monteiro (Área Científica de Saúde Ambiental), membros do Conselho Eco-Escolas da ESTeSL.

O projeto ClimACT encontra-se alicerçado em quatro linhas de atuação, nomeadamente: (i) desenvolvimento de ferramentas de apoio à decisão que permitirão às escolas aumentar sua eficiência energética, através da gestão inteligente de recursos, energias renováveis e alteração de comportamentos; (ii) desenvolvimento de modelos de negócio e de novas estratégias de gestão energética para as escolas; (iii) desenvolvimento de ferramentas educacionais para a sensibilização em baixo carbono; e (iv) criação de uma rede temática/Living Lab na região SUDOE (Sudoeste Europeu) para promover a consciencialização e capacitação.

O projeto ClimACT foi submetido ao programa Interreg SUDOE, que visa promover a cooperação transnacional para resolver problemas comuns às regiões do Sudoeste Europeu, estando entretanto aprovado e inserido no eixo prioritário “Economia de Baixo Teor de Carbono”.

A coordenação do projeto estará a cargo do Centro de Ciências e Tecnologias Nucleares (C2TN), unidade de investigação do Instituto Superior Técnico (IST), sendo o consórcio constituído por outras entidades europeias: quatro de Portugal, o IST, o Instituto de Soldadura e Qualidade (ISQ), a  Edigreen e a Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE); duas de Espanha, o Centro de Investigaciones Energéticas, Medioambientales y Tecnológicas (CIEMAT) e a Universidad de Sevilha; duas de França, a Université de la Rochelle e a Ville de la Rochelle; e uma do Reino Unido (Gibraltar), a University of Gibraltar.

Com uma duração de três anos, o projeto ClimACT será coordenado na ESTeSL pelo Prof. Vítor Manteigas e contará com o envolvimento de toda a comunidade académica.

 

Acompanhe as iniciativas do Programa Eco-Escolas na ESTeSL em www.ecoescolaestesl.com.