Instituto Politécnico de Lisboa

ESTeSL marca presença na 1ª Reunião do CRLVT para a Salvaguarda e Valorização da Dieta Mediterrânica 29 out 2021

ESTeSL marca presença na 1ª Reunião do CRLVT para a Salvaguarda e Valorização da Dieta Mediterrânica

Teve lugar no dia 26 de outubro, nas instalações da Direção Regional de Agricultura e Pescas de Lisboa e Vale do Tejo (DRAPLVT), em Santarém, a 1ª Reunião da elaboração do Plano de Ação da Salvaguarda da Dieta Mediterrânica na Região de Lisboa e Vale do Tejo (RLVT), que decorreu em formato presencial e on-line.

Para além da ESTeSL-IPL, uma das 4 entidades que integram a comissão instaladora deste Conselho Regional de LVT, aqui representada pelas docentes Marisa Cebola e Zélia Santos da área de Dietética e Nutrição, estiveram presentes, o Diretor Regional Adjunto da Direção Regional de Agricultura e Pescas de Lisboa e Vale do Tejo (DRAPLVT), Rui Hipólito, a Diretora de serviços de Desenvolvimento Agroalimentar e Rural, Ana Arsénio e ainda como elementos da comissão instaladora,  Ana Alberty, da DRAPLVT, Lara Marques, da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo (CCDR LVT) e Márcia Mendes da Associação para o Desenvolvimento Sustentável da Região Saloia (A2S), que abriram a sessão de trabalho e apresentaram o Plano de Ação da Região Lisboa e Vale do Tejo (RLVT).

Nesta 1ª reunião de trabalho, foram definidas, planificadas e organizadas atividades, que irão permitir uma melhor e efetiva Salvaguarda e Promoção da Dieta Mediterrânica na região LVT, afirmando uma imagem de distinção e qualidade, centrada nas suas identidades e recursos.

On-line, foram ainda constituídos Grupos de Trabalho pelas áreas temáticas, Agricultura e Sistemas Alimentares; Saúde; Território e Património; Turismo, com as entidades participantes, as quais serão responsáveis pela apresentação de propostas de Ações e de Indicadores do Plano de Ação ao Grupo Coordenador.

Este Conselho Regional da LVT, cujo objetivo é fomentar o conhecimento, a valorização e a salvaguarda da diversidade cultural e natural como recurso potenciador de uma estratégia para estabelecer um referencial do conceito de Dieta Mediterrânica (DM), surge no âmbito da estratégia nacional para a Promoção e Salvaguarda da Dieta Mediterrânica (DM), que conta com a colaboração de várias entidades, nomeadamente das Direções Regionais de Agricultura e Pescas, que iniciaram o trabalho de constituição de Conselhos Regionais para a dinamização da DM na respetiva região.


A ESTeSL-IPL continua a trabalhar no compromisso com o projeto de valorização e salvaguarda da Dieta Mediterrânica!